NOTÍCIAS

Diante de crise entre prefeitura e hospital em Parintins, Serafim Corrêa apela por diálogo

Por Anderson Tahan

05.out.2021 12:55h
img
Foto: Assessoria

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) fez um apelo para que a Prefeitura de Parintins abra o diálogo amistoso com a direção do Hospital Padre Colombo, administrado pela Diocese da Igreja Católica no município, e suspenda a troca de acusações sobre repasses de recursos.

A gerência da unidade hospitalar afirma que a prefeitura não transfere recursos ao hospital. A prefeitura rechaça e informa que fornece trabalhadores e repassa recursos municipais.

“Nesse momento, aliás, em momento algum, o confronto faz bem, e considero um equivoco do ilustre prefeito de Parintins, Bi Garcia, em confrontar a diocese de Parintins, que presta relevantes serviços em todo baixo Amazonas há anos e não seria agora que ela iria deixar de prestar. Agora precisa haver entendimento, diálogo, brigar não leva ninguém a nenhum lugar”, disse Serafim durante discurso na sessão plenária na ALE-AM (Assembleia Legislativa do Amazonas).

O líder do PSB na ALE-AM lamentou que a população de Parintins, diante desse impasse, esteja vivendo a angústia de ter apenas o Hospital Jofre Cohen para recorrer à saúde pública.

“Os dois hospitais juntos já não dão conta da demanda da cidade, imaginem se só tiver um. Portanto, daqui quero apelar para o entendimento, o bom senso, porque é isso que vai beneficiar as pessoas de Parintins”, avaliou Serafim.

Presidente da OAB Parintins, Juscelino Manso, afirmou que a Prefeitura de Parintins tenta colocar a população de Parintins contra a direção do hospital católico. “Eu escolho acreditar na Diocese de Parintins, na direção do Hospital Padre Colombo, por tudo que a Diocese e o Hospital representam para Parintins, e aqui manifesto a minha solidariedade a todos os profissionais da saúde do Hospital Padre Colombo e a todos aqueles que necessitam dos serviços desse hospital”, disse o advogado.

Skip to content