NOTÍCIAS

Roda de Conversa sobre organização financeira encerra 1ª Semana do Idoso na Assembleia

Por Assessoria de Comunicação

08.out.2021 12:27h
img
Foto: Divulgação Dicom

Nesta sexta-feira (8), a Diretoria de Assistência Social da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) promoveu uma roda de conversa com especialistas sobre o tema Organização Financeira na Terceira Idade. O evento marcou o encerramento das atividades da 1ª Semana do Idoso, que iniciou na segunda-feira (4) e seguiu durante a semana com diversas ações alusivas ao Dia do Idoso, celebrado no dia 1º de outubro.

Os advogados Paulo Rogério e Zulmira Guedes, assessores jurídicos da Comissão de Defesa do Consumidor (CDC-Aleam) e Comissão da Mulher, Família e Idoso (CMFI-Aleam), respectivamente, falaram sobre como fatores de riscos, importância de planejamento financeiro e dicas de como manter as contas em dia.

A advogada Zulmira Guedes iniciou sua palestra falando que na teoria a terceira idade representa um período de descanso e tranquilidade, com a conquista da aposentadoria após anos de trabalho; seria realmente a “melhor idade”, como muitos chamam essa fase da vida. Porém, destacou a palestrante, a realidade se mostra diferente para grande parcela dos idosos, pois muitos ainda são responsáveis pelo sustento da casa e família, especialmente nesse período de alta taxa de desemprego causada pela pandemia de Covid-19 e isso gera um descontrole nas finanças.

O assessor da CDC-Aleam, advogado Paulo Rogério, falou sobre o superendividamento, que é quando a pessoa, no caso o idoso, compromete mais de 50% de sua renda com dívidas, ou seja, mais da metade do orçamento mensal já está comprometido apenas para o pagamento de créditos. Paulo Rogério falou da Lei Federal nº 14.181/2021, que alterou o Código de Defesa do Consumidor (CDC) e criou várias medidas para evitar o superendividamento. “A partir desta Lei, a pessoa que se encontrar nessa situação poderá contar com uma espécie de recuperação judicial, que permitirá renegociar as dívidas com todos os credores ao mesmo tempo”, explicou.

 

Balanço

 

Ao final das palestras, a diretora de Assistência Social, Jandira Moura, realizou um balanço sobre a 1ª Semana do Idoso, definindo como “positiva” a experiência e principalmente, na avaliação de toda a equipe, pela aceitação e engajamento dos servidores a partir de 60 anos, ativos e inativos, e do público em geral.

Segundo Jandira, o público alvo demonstrou muito interesse pelas atividades disponibilizadas, como Oficina da Memória, palestras sobre saúde e serviço de cidadania. “No dia da emissão de cartões de estacionamento, emitidos pelo IMMU, pudemos atender mais de 50 idosos”, celebrou, falando ainda que tanto nos eventos de Oficina da Memória, ministrada pela professora Michelle Bahia, e a palestra “Pilares do Envelhecimento Saudável”, proferida pelo médico geriatra Dr. Euler Ribeiro, grupos de idosos da zona Leste da capital puderam participar e assim adquirir conhecimento.

“O presidente Roberto Cidade (PV) entende a importância de valorizar as pessoas, especialmente as de mais idade, e por isso podemos oferecer essas atividades durantes essa semana”, disse.

Skip to content