NOTÍCIAS

Cirurgias em crianças fissuradas estão suspensas no Amazonas, denuncia deputado Wilker Barreto

Por Dayson Valente

24.fev.2022 18:15h
img
Foto: Divulgação Assessoria

O deputado estadual Wilker Barreto (sem partido) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) nesta quinta-feira, 24, para denunciar que as cirurgias e tratamento em crianças com fissuras labiopalatinas estão suspensas no Hospital Infantil Dr. Fajardo desde janeiro de 2022. A revelação do parlamentar é fruto de denúncia feita por uma comissão de pais com filhos portadores desta condição e que clamam pela retomada dos procedimentos cirúrgicos na unidade de saúde, administrada pelo Governo do Amazonas.

Em seu pronunciamento, Wilker afirmou que a ausência das cirurgias labiopalatinas e a falta de tratamento aos fissurados no Hospital Dr. Fajardo, referência no atendimento desta especialidade, estão comprometendo o desenvolvimento e a qualidade de vida das crianças. Segundo os pais, os serviços eram feitos de forma voluntária, mas encerraram em dezembro de 2021 e, desde então, os procedimentos não tem previsão de retorno.

“Imagina como ficam os pais e a autoestima dessas crianças, estamos falando de quase 6 mil pessoas que precisam desta intervenção. O hospital Dr. Fajardo poderia fazer um projeto muito maior que os mutirões, mas não dão respostas, não tem nenhum programa, não tem nada, os pais estão desassistidos, sob pena de prejudicar todo o desenvolvimento das crianças”, explicou Barreto.

Sensibilizado com a problemática, Barreto propôs um convite, no seio da Comissão de Saúde da Casa Legislativa, ao diretor do Hospital Dr. Fajardo para que o mesmo preste esclarecimentos acerca das suspensões das cirurgias, e sugeriu que o Executivo destinasse recursos para a unidade de saúde.

“Estou oficializando no seio da Comissão de saúde para chamarmos o diretor do Dr. Fajardo, a SES-AM, para encontrarmos uma forma de remanejarmos recursos para o enfrentamento dessa problemática. Imagina se o Estado aporta com estrutura e equipamentos, quantas crianças estariam recebendo de volta a sua qualidade de vida? ”, disse o parlamentar.

 

Jornalista responsável: Nathália Silveira (92) 98157-3351

Skip to content