NOTÍCIAS

Posicionamento e marketing político é tema da última palestra do 2º Feclam

Por Diretoria de Comunicação da Aleam

20.abr.2022 17:45h
img
Foto: Hudson Fonseca

Na tarde desta quarta-feira (20), o 2° Fórum das Casas Legislativas (Feclam) encerrou a programação desta edição com palestra sobre Marketing Político, com o tema “Posicionamento: a Chave para Ganhar uma Eleição”.

O especialista em Marketing Político Digital, Rodrigo Gadelha, palestrou sobre assunto destacando aos vereadores e gestores presentes no evento a importância do posicionamento político.

“Costumo dizer que no mundo digital, por exemplo, você pode ser Lula ou Bolsonaro, mas sempre precisa ter um candidato que gere identificação. Então se você não tem identidade, não tem seguidores, pessoas que entendam o que você defende. Por isso, para ter sucesso no mundo digital é importante ter posicionamento, pois sem posicionamento não há chances”, enfatizou.

Alguns exemplos, de acordo com o palestrante, são o vereador de São Paulo, Thammy Miranda (sem partido), o próprio presidente Jair Bolsonaro (PL) e o vereador de Manaus, Amon Mandel, (Cidadania), que foram políticos que usaram o mundo digital para mostrar posicionamento. ” Com isso, conseguem criar uma identificação com o eleitor”, exemplificou.

Sobre a diferença que fazem as redes sociais como ferramentas para a vida política, enfatizou que as redes sociais hoje são as maiores ferramentas eleitorais. “A campanha é apenas 45 dias, mas o restante fica a cargo do meio digital. Por isso, quando a gente aprende a se posicionar, a usar esta ferramenta e criar conteúdo que envolve e engaja o eleitor, vai criar uma relação com o candidato e esta relação não se constrói apenas naqueles 45 dias, constrói ao longo de um tempo. Por isso o que digo é que 98% da população brasileira usa o meio digital. Só aqui no Amazonas temos três milhões de usuários de Facebook e 2,6 milhões de usuários de Instagram e é claro que isso contribui para a eleição de alguém, então por isso eu digo que existe a possibilidade, basta saber usar”, afirmou.

Durante a palestra, Gadelha mostrou as mudanças que o mundo sofreu em relação à comunicação e, consequentemente, em relação à propaganda política. “O eleitor mudou. Antigamente era só gravar uma propaganda para a TV e começar a falar. Mas o eleitor de hoje, mudou, consome, responde, produz conteúdo também. Fala mal de ti, ou bem de ti, e o comportamento destas pessoas cada vez mais está mudando”, citou, complementando que posicionamento é a percepção que o eleitor tem dos candidatos e que as pessoas se identificam com pessoas e não com “políticos”.

Além disso, o especialista desmistificou a ideia de que o importante é conteúdo. Destacou que o importante é o contexto e também o quanto é importante ter histórias fortes e tocantes e não apenas falas. “A mensagem que deixo para vocês é que políticos não são mais aquilo que dizem de si mesmos, mas aquilo que as pessoas dizem que eles são. Portanto, se você não tem um posicionamento claro, as pessoas vão falar o que quiserem de vocês, que ficam à mercê de votarem em ou não. Mas, se tem posicionamento, deixa claro o que defende, as pessoas vão te amar ou te odiar, porém, alguém vai te escolher”, encerrou.

A vereadora pelo município de Apuí (distante a 453 km de Manaus), Leone Rocha (PSC) falou da gratidão pela experiência trazida com o evento. “Esta oportunidade é única, pois o vereador passa a ter um conhecimento maior, além de ter uma interação social ampla com os vereadores de todos os municípios do Amazonas, agregando conhecimento para a carreira política”, declarou.

A parlamentar também comentou sobre a escolha do tema da palestra e como as redes sociais podem ajudar na economia de gastos com publicidade. “Na minha campanha política, usei as redes sociais, que são boas ferramentas até para economizar custos de propaganda, além de permitir a expansão do nosso trabalho parlamentar, visto que hoje as redes sociais são o meio mais acessível de se chegar ao eleitor”, afirmou.

Skip to content