NOTÍCIAS

Assembleia Legislativa promove Roda de Conversa sobre lutas e direitos da população LGBTQIAPN+

Por Giselle Campello

25.jun.2024 13:30h
img
Foto: Alberto César Araújo

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por meio da Escola do Legislativo Senador José Lindoso, vai promover, na próxima quinta-feira (27/6), a partir das 9h, no auditório Deputado Belarmino Lins, uma Roda de Conversa para falar sobre diversidade, história, lutas, legislação e direitos da população LGBTQIAPN+. O evento chama atenção para o Mês do Orgulho LGBTQIAPN+, comemorado em junho, e para o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIAPN+, comemorado no dia 28 de junho.

“Se hoje é possível reconhecer a união entre pessoas do mesmo sexo, a adoção por parte de casais homoafetivos, o direito ao uso do nome social por pessoas transgêneras, e a criminalização da LGBTfobia, entre outros direitos, é porque lá atrás pessoas enfrentaram a discriminação, a violência e a repressão para que garantias e direitos fossem reconhecidos, e a luta continua. Por meio de eventos como esse, continuamos combatendo o preconceito e a ignorância, e a Escola do Legislativo, bem como toda e qualquer instituição de ensino, tem um papel fundamental nesse sentido”, afirmou Jacy Braga, coordenadora do programa Educando pela Cultura.

A Roda de Conversa terá a presença da pedagoga Silvana Barreto Oriente, da pesquisadora Michele Pires Lima, e do magistrado Saulo Góes Pinto, que abordarão temas relacionados à diversidade, conquistas, legislação e direitos da população LGBTQIA+.

O evento terá a presença de quase 300 estudantes do ensino médio das seguintes instituições de ensino: Colégio Amazonense Dom Pedro II; Instituto de Educação do Amazonas; Colégio Brasileiro Pedro Silvestre; Escola Estadual Padre Pedro Gislandy; e Escola Estadual Governador Melo e Póvoas.

As inscrições podem ser feitas na entrada do evento, que terá início às 9h de quinta-feira (27), no auditório Belarmino Lins, localizado no complexo da Aleam.

Sobre os palestrantes

Silvana Barreto Oriente é professora de Língua Portuguesa, pedagoga e gestora pública. Mestre em Ensino de Ciências e Humanidades pela UFAM e doutoranda em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), é também pesquisadora de temas relacionados ao empoderamento da mulher, pluralidade juvenil amazonense e Educação das Relações étnico-raciais, além de professora da Rede Estadual de Educação do Amazonas e coordenadora do Cepan Digital.

Michele Pires Lima é doutoranda em História pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Tecnologia, Subjetividade e Decolonidades da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG); integrante do Grupo de Trabalho de Memória e Verdade Histórica LGBT do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania; e coordenadora do GT de Estudos de Gênero da Associação Nacional de História (ANPUH) – Seção Amazonas.

Saulo Góes Pinto é doutorando em Direito pela Faculdade Autônoma de Direito (FADISP), mestre em Função Social do Direito pela FADISP e especialista em Direito Público. É magistrado do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e coordenador-geral de cursos da Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam).