NOTÍCIAS

Assembleia Legislativa recebe secretário de Mineração para ampliar o debate a respeito da exploração mineral no estado

Por Diretoria de Comunicação da Aleam

06.set.2023 12:55h
img
Foto: Danilo Mello

Nesta quarta-feira (6), a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por meio da Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás, Energia e Saneamento, presidida pelo deputado Sinésio Campos (PT), realizou reunião com o secretário Ronney Peixoto, titular da Secretaria de Estado de Energia, Mineração e Gás, criada em abril de 2023, para prestar esclarecimentos sobre as ações de sua pasta, lançando luz sobre um tema de grande relevância para o estado.

Ronney Peixoto realizou uma apresentação intitulada “O Amazonas e a busca por alternativas econômicas”, onde demonstrou a possibilidade de nascimento de novas matrizes econômicas, para além da Zona Franca de Manaus, como a exploração do potássio e a futura criação de um Polo de Fertilizantes; o gás natural, que já começa a ser explorado em Silves (distante 196 quilômetros de Manaus), além do potencial do Amazonas em geração de energia elétrica.

“Esses temas são de grande importância para o governador Wilson Lima, por isso a criação da secretaria de Mineração e Gás, para dar um foco maior nessas tratativas para o desenvolvimento do Amazonas. Estamos buscando novas alternativas complementares ao modelo econômico do Polo Industrial de Manaus”, explicou o secretário.

Entre os temas levantados na reunião, destacam-se o fortalecimento da Política Energética, Incentivos aos programas de Energia Fotovoltaica, sobretudo no interior e zonas rurais e tratativas sobre o Hidrogênio Verde. A respeito da mineração, o secretário falou sobre o Plano Estadual de Mineração, a exploração do Potássio e Polo de Fertilizantes, Projeto Caulim e sobre o incentivo à criação da Associação Amazonense dos Municípios Mineradores.

O deputado Sinésio Campos disse que é hora de parar de sonhar, pois as questões energética e mineral no Amazonas já são realidade. “A exploração mineral e geração de energia devem ser ambientalmente corretas, economicamente viáveis e socialmente justas. É isso que nós queremos aqui pro Amazonas. Queremos que nossos bens minerais possam ser utilizados nessa tríade e fico muito feliz que o governador tenha retomado a criação da Semig, pois é preciso que o estado esteja mais presente nessa área”, afirmou.

Semig

A Semig tem o objetivo de formular, coordenar e implementar políticas públicas destinadas aos setores de energia, energias renováveis e Geodiversidade, visando ao fomento e à atração de investimentos relacionados à mineração, à indústria de óleo e gás e à indústria de transformação mineral em articulação e sem conflitar com as políticas estaduais de infraestrutura, desenvolvimento sustentável e de planejamento estratégico à sustentabilidade da economia industrial do Amazonas.

Com a quebra do monopólio do gás e a recente descoberta de novos campos de gás natural no estado pela Eneva S.A., o setor adquiriu uma importância significativa, tornando-se um elemento fundamental da economia.