NOTÍCIAS

Dan Câmara propõe um olhar sobre a construção da paz urbana

Por Assessoria de Comunicação

06.jul.2023 10:01h
img
Foto: Divulgação Assessoria

TerPaz, ou Territórios pela Paz, será uma das experiências apresentadas no “I Seminário de Segurança Inovadora – Cases e melhores práticas”, que acontecerá na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nos dias 17 e 18 de agosto. O projeto foi implantado em sete bairros da Grande Belém e abrange atualmente três municípios: Belém, Ananindeua e Marituba.

“É importante observar a dinâmica urbana, principalmente em áreas mais vulneráveis, e o impacto negativo que podem representar à Segurança Pública, quando da ausência do poder público”, afirmou Dan Câmara, presidente da Comissão de Segurança de Aleam, e promotor do evento, em parceria com o presidente, deputado Roberto Cidade (UB).

A experiência TerPaz será apresentada por Ricardo Balestreri, professor e historiador, que foi Secretário Nacional de Segurança Pública e modernizou a Força Nacional. Criou a Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública (Renaesp), que ao longo dos anos qualificou dezenas de milhares de policiais. Balestreri também ocupou o cargo de secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás, atualmente é coordenador do setor de segurança pública e territórios do Laboratório “Arq. Futuro” de Cidades, do Insper.

Territórios pela Paz trabalha em duas etapas. Na primeira há um choque operacional: um conjunto de ações policiais e administrativas imediatas, planejadas e executadas pelos órgãos do Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social. Na segunda etapa atuação integral e continuada, com o ingresso de todas as instituições públicas estaduais que integram o eixo de Políticas de Inclusão Social.

O deputado Comandante Dan, que recentemente esteve em Belém, destaca a importância dos aparelhos urbanos implantados no projeto, chamados de Usinas da Paz. “São grandes complexos físicos destinados a reunir serviços públicos à comunidade, nas mais diferentes áreas, como saúde, educação, direitos do consumidor, da cultura, comunicação, profissionalização e empreendedorismo, e muitos outros”, enfatizou. Ao mesmo tempo, são espaços esportivos para a comunidade, com piscina, quadras esportivas, dojô, espécie de porta de entrada ao exercício da cidadania.

“Acreditamos que o Seminário pode proporcionar uma nova visão às autoridades e aos profissionais do Amazonas sobre o caminho para a consolidação da sensação de segurança ao cidadão”, finalizou o parlamentar.

O seminário terá inscrição gratuita, que será divulgada posteriormente.