NOTÍCIAS

Dan Câmara reforça a necessidade de um plano estratégico à segurança pública do Estado

Por Assessoria de Comunicação

19.set.2023 14:01h
img
Foto: Divulgação Assessoria

“Quem assume uma crise precisa apresentar um plano emergencial de pronta resposta” declarou o deputado Comandante Dan (Podemos) na sessão plenária desta terça-feira, 19 de setembro. O parlamentar se referiu ao novo Secretário de Segurança do Amazonas, Coronel PM Vinicius Almeida: “pessoalmente já tive a oportunidade de dizer isso a ele e de oferecer a ele tempo na tribuna desta casa legislativa, para que ele possa apresentar seu plano estratégico emergencial”. Câmara afirmou já são perceptíveis ações que dão um direcionamento mais eficaz e eficiente à área de Segurança, como as operações preventivas que estão sendo realizadas em Parintins e em Manaus.

Dan Câmara colocou à disposição a Comissão de Segurança Pública (CSP) da Aleam, presidida por ele, para parceria com o Sistema de Segurança do Estado: “queremos ser parceiros, seja na propositura de projetos de lei, seja na realização de ações conjuntas,
seja inclusive na concessão de emendas orçamentárias, sem perder a interdependência dos poderes”. Ele lembrou que não deixará de fiscalizar a segurança pública, que é uma prerrogativa do mandato legislativo, mas antes de fazê-lo quer ombrear ações: “serei um parceiro, não um detrator”.

Na avaliação do deputado, o crime organizado e suas ramificações, narcotráfico e pirataria dos rios, são os pontos centrais a serem combatidos e causadores de todos os demais problemas. Câmara falou da necessidade de ações integradas, que não se sobreponham, mas se somem, entre as forças de segurança e as diferentes esferas de poder.

 

Ações positivas

Comandante Dan fez menção a ações que fazem a diferença, como o projeto do Corpo de Bombeiros Militar da sala de situação para monitoramento dos incêndios no Estado, por meio de ferramentas diversas, inclusive o mapeamento em tempo real da Amazônia feito pelos satélites da Nasa, Agência Espacial Norte-americana. “Considerando o Narcogarimpo e outras modalidades de crimes ambientais praticados pelo crime organizado, a segurança ambiental tem reflexo direto na segurança pública e na sensação de segurança dos cidadãos”, afirmou Câmara.

O parlamentar também fez referência à proposta do Senador Omar Aziz para a criação da Polícia Fluvial Nacional, uma força que seria, na opinião dele, fundamental na segurança de fronteiras e divisas e no combate à pirataria. “É uma iniciativa benéfica e necessária ao Amazonas e à Amazônia; para se ter uma ideia da precariedade, o Núcleo de Policiamento Marítimo da Superintendência da Polícia Federal do Amazonas conta com apenas 12 policiais”, finalizou o deputado.