NOTÍCIAS

Deputado João Luiz apresenta requerimento à CPI da Energia para obter informações sobre ordenação de cabos, em Manaus

Por Assessoria de Comunicação

09.fev.2022 14:41h
img
Foto: Mauro Smith

O presidente da Comissão de Direitos do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/Aleam), deputado  João Luiz (Republicanos) apresentou nesta quarta-feira (9), um requerimento a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energia solicitando informações à concessionária a respeito de ações de ordenações de cabo de energia  e demais prestadoras de serviço de telefonia, internet e TV a cabo, em Manaus.

“Também queremos  saber se existe um contrato de manutenção e fiscalização em relação a essas empresas, e caso tenha, se há cronograma, qual é. E o que a empresa pretende fazer, visto a poluição visual causada na cidade. O que nós estamos solicitando é exatamente a organização dos cabos”, disse o parlamentar.

Segundo o deputado João Luiz, na capital amazonense as empresas de telefonia e de energia estão deixando os cabos pendurados nos postes, nas calçadas das ruas, ou seja, estão causando poluição visual na cidade e risco a população.

“Por exemplo, no Parque Dez de Novembro, onde foram trocados os contadores de energia para contadores acima do poste, o que dá para perceber ali é uma grande poluição visual. As pessoas investem em seus imóveis, porém, essa desorganização está desvalorizando as casas”, afirmou.

Projeto de Lei

João Luiz também deu entrada na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) com um Projeto de Lei (PL) que visa reorganizar os cabos e fios em desuso e desordenados existentes em postes de energia elétrica em Manaus.

“A PL tem objetivo de acabar com a poluição visual que está se expandindo na capital. Vamos solicitar e vai ter prazos para que esse problema não venha colocar em risco tanto a vida da população, quanto a vida dos consumidores”, concluiu o parlamentar.

Conforme o deputado João Luiz, a empresa concessionária ou permissionária de energia elétrica também deve fazer a manutenção, conservação, remoção, substituição, de poste de concreto ou de madeira que esteja em estado precário, torto, inclinado ou em desuso sem qualquer ônus para a administração pública municipal, estadual, e ao consumidor.

 

 

Skip to content