NOTÍCIAS

Deputado Rozenha questiona paradeiro de mais de R$ 1 bilhão que deveriam ter sido investidos na BR-319

Por Assessoria de Comunicação

15.jun.2023 10:59h
img
Foto: Divulgação Assessoria

As condições da BR-319 voltaram a ser tema de discussões durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) nesta quarta-feira (14/06).

A precariedade da infraestrutura da rodovia levou o deputado estadual Rozenha (PMB) a questionar o paradeiro de mais de R$ 1 bilhão (R$ 1.120.296729,43) destinados a empresas que deveriam cuidar da manutenção da estrada.

O parlamentar relacionou valores recebidos por várias dessas empresas. Algumas receberam mais de R$ 200 milhões para serem investidos na rodovia. Contudo, casos como o desabamento das pontes sobre os rios Autaz Mirim e Curuçá, mostram o descaso com a BR-319 – que deveria ser a ligação do Amazonas com a maior parte do Brasil. “Para onde foi esse dinheiro que não pôde prever que duas pontes estavam estruturalmente fadadas a cair? Porque uma ponte não cai do dia para a noite. Ela avisa durante anos que vai cair. Por que essas empresas ainda teimam em desrespeitar o povo do Amazonas?”, indagou o deputado.

Rozenha também questionou a demora para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) comparecer à sede do Poder Legislativo. Foi necessário protocolizar 11 convites para o órgão participar de uma Audiência Pública na Aleam e responder aos questionamentos dos deputados. Para o parlamentar, essa foi mais uma demonstração de falta de respeito com o Amazonas e seu povo. “Será que o povo do Amazonas é um povo de segunda categoria? Será que, se a BR-319 fosse uma rodovia que ligasse duas cidades paulistas, estaria na situação que está? Eu acredito que não”.

Por fim, Rozenha disse ainda não entender a precariedade na rodovia diante de tanto dinheiro investido. “Qual rodovia federal do Brasil tem duas pontes caídas? Nenhuma. Nós precisamos fazer algumas perguntas para compreender melhor. Para onde foi R$ 1 bilhão investidos ou mal investidos na BR-319 nos últimos anos?”, concluiu o deputado.