NOTÍCIAS

Deputado Wilker Barreto quer reunião da Comissão de Saúde para definir cronograma de fiscalização das unidades de saúde do Estado

Por Assessoria de Comunicação

08.ago.2023 14:31h
img
Foto: Divulgação Assessoria

O deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) protocolou nesta terça-feira, 8, Requerimento na Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Amazonas (CSP-Aleam) solicitando a realização de uma reunião entre os membros do órgão temático para definir o cronograma oficial de fiscalização nas unidades de saúde do estado do Amazonas, para o segundo semestre deste ano. O pedido do parlamentar visa a elaboração das datas para apurar possíveis problemáticas e cobrar soluções para melhorias da estrutura de saúde pública do Amazonas.

Durante sessão ordinária da Casa Legislativa desta terça, Wilker afirmou que o documento atende o que pede a Comissão de Saúde, que só garante a ida às unidades de saúde mediante um cronograma constituído e acordado por todos os seus membros.

“Protocolei requerimento na Comissão de saúde pedindo que a mesma faça uma reunião para definirmos o cronograma de fiscalização. Vou jogar com a regra do jogo, eu quis fiscalizar dentro da minha prerrogativa, mas fui vencido, me quedo ao voto. Por isso, estou pedindo hoje que a gente possa, ainda no mês de agosto, definir o cronograma de fiscalização das unidades, tanto na capital quanto no interior”, ponderou Wilker, citando a votação do dia 26 de junho deste ano, onde os membros da comissão votaram contra o requerimento nº 167/2023, de autoria do parlamentar, que solicitava autorização para fiscalizar de maneira individual as unidades de saúde em todo o Estado.

Ainda na tribuna, Wilker reforçou a importância da inspeção das unidades de saúde para apurar denúncias, propor soluções e garantir atendimento digno à saúde para a sociedade amazonense.

“Tenho informações e precisamos checar se a cardiologia parou lá no Francisca Mendes, se está só na urgência e emergência, os urologistas ainda não voltaram no hospital 28 de Agosto e hoje os vasculares estão parando por atraso de salários. Isso é grave e a população clama por um posicionamento desta Casa”, relatou WilkerPor fim, Wilker voltou a criticar a gestão do secretário de Estado de Saúde (SES-AM), Anoar Samad, no comando da saúde pública. “Porque que o secretário de saúde não pega o telefone e liga para os diretores das unidades? Nós temos SPAs, maternidades, três grandes hospitais, isso dá duas horas de ligação para perguntar dos problemas, assim como fazem os prefeitos. Para mim, o governador Wilson Lima assume o risco quando permite que um secretário de saúde como o Anoar continue à frente”, finalizou o parlamentar.

 

 

 

Jornalista responsável: Nathália Silveira (92) 98157-3351

Texto: Dayson Valente