PERFIL

DO DEPUTADO

Dr. Gomes

Dr. Gomes (PSC), Francisco do Nascimento Gomes, nasceu em Cruzeiro do Sul/AC, filho de Carmem do Nascimento Gomes e Nelson Ferreira Gomes. Pai de dois filhos.

Mudou-se para Manaus em 1974, onde estudou no Instituto de Educação do Amazonas – IEA. Formado em Medicina pela UFAM e Pós-graduado em Medicina do Trabalho, Cardiologia e Perícia Médica.

Dr. Gomes iniciou sua carreira profissional como bancário concursado do Banco da Amazônia (BASA), onde desempenhou o cargo de gerente e atualmente encontra-se licenciado do banco por força de seus mandatos. Serviu ao Exército Brasileiro, assumindo a patente de Segundo Tenente Médico, e hoje está na reserva não remunerada.

Foi eleito vereador da Cidade de Manaus por cinco mandatos consecutivos, de 1997 até março de 2015. Assumiu o cargo de Deputado Federal no período de novembro de 2001 a abril de 2002, na suplência de Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto, à época Deputado Federal.

Em março de 2015 assumiu como suplente, o cargo de Deputado Estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, onde presidiu a Comissão de Educação. Em 2017 assume a vaga definitiva de Deputado Estadual. No ano de 2018 foi reeleito Deputado Estadual e assumiu a presidência da Comissão de Assistência Social e Trabalho, até o presente momento.

Dr. Gomes nasceu no interior, foi criado na roça e desde a tenra infância alimentou o sonho de ser médico. Em 1993, seu sonho foi realizado. Tem feito da sua profissão de médico um verdadeiro sacerdócio para servir os mais humildes, e tem como lema de vida o seguinte princípio: “Quem não vive pra servir, não serve pra viver!”.

Foi reeleito deputado estadual em outubro de 2022, com 26.941 votos pelo Partido Social Cristão (PSC).

Francisco do Nascimento Gomes

Cruzeiro do Sul (AC)

08/09

deputado.drgomes@aleam.gov.br

(92) 3183-4406

  • Notícias
  • Proposições
  • Comissões
  • Agenda
Assembleia Legislativa realiza Cessao de Tempo sobre o Dia Mundial de Conscientizacao sobre Epilepsia Foto Danilo Mello
26.03.24 15:35h
Assembleia Legislativa realiza Cessão de Tempo sobre o Dia Mundial de Conscientização sobre Epilepsia
O Dia Mundial de Conscientização sobre Epilepsia, ou Purple Day, é celebrado nesta terça-feira (26/3), sendo um esforço internacional dedicado a aumentar a conscientização sobre a epilepsia em todo o mundo. Visando juntar esforços contra a desinformação, o estigma e o preconceito que cercam a doença, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) realizou Cessão de Tempo, requerida pelo deputado Dr. Gomes (Podemos), em favor da secretária executiva de Atenção Especializada, Laís Moraes Ferreira, da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epilepsia é uma doença do cérebro, crônica, que acomete de 1 a 2% da população mundial. É uma condição neurológica em que, durante alguns segundos ou minutos, uma parte do cérebro emite sinais incorretos causando crises que podem se manifestar em convulsões ou outros sintomas, como ausências. A secretária Laís alertou que, com base nos dados do Ministério da Saúde (MS), pelo menos três milhões de pessoas têm o diagnóstico e no Amazonas são 300 mil pessoas diagnosticadas com epilepsia. “Além dos impactos físicos, há também os impactos psicossociais, por isso é tão importante que as pessoas que vivem com esta condição, tenham o suporte dos profissionais de saúde, dos familiares e de uma sociedade realmente consciente a respeito desta condição”, salientou. Moraes relatou, ainda, que a SES busca suporte junto ao MS, prospectando a possibilidade de realização cirúrgica no Amazonas, como parte do tratamento da epilepsia. “Buscamos fortalecer o atendimento e suporte médico para estes pacientes, para que possamos dar a essas pessoas condições de vida mais dignas e confortáveis”, disse a secretária, reforçando a importância de informar e falar sobre a doença, visando reduzir o preconceito.
Ler mais
Deputados propoem leis que beneficiam conselheiros tutelares e pacientes com diagnostico de endometriose
19.03.24 12:33h
Deputados propõem leis que beneficiam conselheiros tutelares e pacientes com diagnóstico de endometriose
Garantir que as crianças e adolescentes tenham os direitos respeitados é a principal missão dos conselheiros tutelares, considerados essenciais à proteção da infância e adolescência no Brasil. Por sempre estarem em contato com as pessoas das comunidades, o deputado Dr. Gomes (Podemos) apresentou o Projeto de Lei (PL) nº 162/2024, criando a Carteira Funcional Digital dos Conselheiros Tutelares. O projeto iniciou a tramitação, nesta terça-feira (19/3), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). A carteira funcional deverá ser expedida pela Secretaria de Assistência Social (Seas), aceita em todo o Estado e, para todos os fins legais, servirá como meio de identificação dos conselheiros tutelares. “Os conselheiros são responsáveis, por exemplo, por receber denúncias de situações de violência, como negligência, maus-tratos e exploração sexual, sendo fundamental para a identificação dos mesmos”, explica Dr. Gomes. O deputado também é autor do PL nº 161/2024, que dispõe sobre treinamento dos profissionais de restaurantes, bares, lanchonetes e estabelecimentos congêneres, sobre a técnica conhecida como “Manobra de Heimlich”. O PL consta na pauta ordinária de tramitação, desta terça-feira. A Manobra de Heimlich (tração abdominal) é um procedimento rápido de primeiros socorros para tratar asfixia por obstrução das vias respiratórias superiores por corpo estranho, tipicamente alimentos ou brinquedos. Se necessário, pode-se utilizar também compressões torácicas e percussão nas costas. “É importante que os profissionais dos restaurantes, bares e lanchonetes tenham treinamento adequado para socorrerem pessoas que estejam nos locais e que necessitem da ajuda”, aponta o deputado. Endometriose Outro projeto em tramitação na Casa Legislativa é o PL nº 164/2024, de autoria do deputado Rozenha (PMB), propondo a criação do Selo Amarelo da Luta contra a Endometriose. O selo deverá ser outorgado à pessoa jurídica pública ou privada que oferecer, voluntariamente, até três dias de licença endometriose por mês, com remuneração integral, a todas as funcionárias diagnosticadas com endometriose profunda. O deputado destaca, no entanto, que o benefício da licença endometriose não substitui o direito trabalhista de afastamento da atividade previsto no art.60 da Lei Federal nº 8.213, de 24 de julho de 1991. “Acreditamos que o acolhimento, especialmente por parte das empresas, também é peça fundamental para que funcionárias que enfrentam o transtorno consigam exercer o seu máximo desempenho na vida profissional”, aponta Rozenha. A endometriose profunda é uma modalidade mais grave e agressiva da doença, impactando diretamente na qualidade de vida e no bem-estar da mulher, oferecendo, inclusive, maior risco de infertilidade. A doença causa fortes dores pélvicas e cólicas menstruais mais intensas, além de atingir as funções urinárias e intestinais.
Ler mais
TIPO DE MATÉRIA
NÚMERO
PESQUISAR EXPRESSÕES NA EMENTA
ANO
Limpar consulta
img-comissão
COMISSÃO DE Direitos Humanos, Pessoa com Deficiência e Promoção Social
Presidente
img-comissão
COMISSÃO DE Proteção aos Animais, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Vice-presidente
img-comissão
COMISSÃO DE Assistência Social e Trabalho
Titular
img-comissão
COMISSÃO DE Cultura e Economia Criativa
Titular
img-comissão
COMISSÃO DE Saúde e Previdência
Titular
img-comissão
COMISSÃO DE Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional
Suplente
img-comissão
COMISSÃO DE Esporte e Lazer
Suplente
img-comissão
COMISSÃO DE Ética Parlamentar (atípica)
Suplente
img-comissão
COMISSÃO DE Relações Internacionais, Promoção ao Desporto e Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes
Suplente
img-comissão
COMISSÃO DE Segurança Pública
Suplente
HOJE
quinta, 20 de junho de 2024
No momento não há eventos agendados para hoje.
PRÓXIMOS DIAS
No momento não há eventos agendados para os próximos dias.