PERFIL

DO DEPUTADO

Sinésio Campos

O deputado estadual Sinésio da Silva Campos é natural de Santarém/PA, estudou o Ensino Médio na Escola Agrotécnica Federal de Manaus, atual Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Estado do Amazonas (IFAM), formando-se em Técnico Agropecuária. É Bacharel em Filosofia pelo Centro de Estudo do Comportamento Humano – CENESC (Universidade Federal do Amazonas). Pós-Graduação Lato Sensu em Ética e Política, pela Universidade Católica de Pernambuco.

Mandato Atuante

É professor concursado da rede municipal e estadual de ensino do Amazonas, deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), pelo Partido dos Trabalhadores (PT), do qual é filiado desde 1991. Atualmente, é presidente do Partido dos Trabalhadores, no Amazonas, pela 3° vez, presidente da Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás, Energia e Saneamento, Vice- Presidente da Comissão de Educação, Membro da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, membro da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca, Aquicultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, membro da Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos, Membro da Comissão de Turismo e Empreendedorismo, membro da Comissão de Políticas Sobre Drogas, membro da Comissão de Cultura, membro da Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade.

É Presidente do Parlamento Amazônico, entidade que congrega as Assembleias Legislativas dos nove Estados que compõem a Amazônia brasileira: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, que tem o objetivo de buscar soluções para problemas vivenciados na Amazônia, com alternativas que aliem desenvolvimento sustentável e crescimento econômico aos Estados.

Mantém-se firme no propósito de lutar pelo engrandecimento e fortalecimento do Amazonas, buscando sempre políticas e pautas que visam melhorar a vida do povo amazônida.

Bandeiras de Lutas;

Trabalha para que seja aplicada a Política de Saneamento Básico no Amazonas, estabelecida pela Emenda Constitucional n. 93 de 5 de maio de 2016, de sua autoria e já incluída na Constituição do Estado. Defende a necessidade de maior investimento no Setor Primário que resulte em crescimento econômico, melhores condições de trabalho e acesso às novas tecnologias para os produtores rurais do Amazonas.

Como Presidente da Comissão de Minas e Energia na Assembleia Legislativa, luta pela contemplação e continuidade do Programa Luz Para Todos nos municípios do Estado, visto que o Luz Para Todos cumpre uma importante função social beneficiando com energia elétrica comunidades rurais do Amazonas.

É autor da Proposta de Emenda Constitucional n° 07/2020, aprovada pela Aleam, que altera e direciona a Política Energética do Estado, na qual visa estabelecer novas orientações para o Amazonas organizar e fortalecer as questões de desenvolvimento de energia, incluindo sua conversão, distribuição e uso, beneficiando, principalmente, a população amazonense.

A PEC n° 07/2020 inclui direções à Política Energética Estadual, bem como regras estruturantes e procedimentais, como, por exemplo, fiscalizar o setor energético no Estado; criar o Conselho Estadual de Energia; estabelecer um Plano Energético Estadual; organizar um banco de dados do setor energético, além de ter participação e o controle social no segmento.

Sinésio também articula propostas que fomentem o mercado do Gás Natural Veicular (GNV), no Amazonas, entre os principais pontos debatidos estão a ampliação do número dos postos de combustíveis GNV, facilitação de crédito para os motoristas de aplicativo/táxi, diminuição de taxa como, por exemplo, o Ipva, além de buscar junto ao governo do Estado legislação para subsídios tanto para os motoristas de aplicativo, quanto para os empresários desse segmento.

Criou, no âmbito da Aleam, juntamente com prefeitos, vereadores e representantes dos órgãos competentes a Associação dos Municípios Mineradores do Amazonas (AMMA), que debate formas de organizações que defendam a mineração como atividade indutora de desenvolvimento econômico no Estado do Amazonas. Debate sobre a regulamentação, infraestrutura e segurança do Transporte Fluvial de passageiros e cargas no Estado do Amazonas em face da dimensão e complexidade do território Amazônico, detentor da maior bacia hidrográfica do mundo. Também cobra desde o início do seu mandato, como deputado estadual, uma rodoviária digna para a população, tornando este fato alvo de protestos e preocupação e, desta forma, o parlamentar leva constantemente o assunto à tribuna da Aleam para que a Casa Legislativa, Governo Federal e órgãos competentes tomem posição frente ao problema buscando soluções definitivas, fazendo assim seu papel como representante do povo.

Foi relator do Projeto de Lei n° 72/ 2018, que autorizou o reajuste salarial em 27, 02% aos professores do Amazonas, pois defende a necessidade da valorização da classe e uma educação de qualidade aos alunos e aos professores do Amazonas. Também debate a criação de uma política pública para o manejo sustentável e comunitário de jacarés no Amazonas, como forma de geração de renda e crescimento econômico ao estado e principalmente às comunidades ribeirinhas.

É autor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que acrescenta o parágrafo 4º do art. 237 da Constituição Estadual do Amazonas, permitindo que o Estado e os Municípios possam criar, na forma da lei, áreas de reserva, proteção, conservação, uso e manejo comunitário sustentável de crocodilianos e testudines.

Pauta sobre a implementação de Consórcios Intermunicipais no Estado, lei que dispõe sobre normas gerais para a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios contratarem consórcios públicos para a realização de objetivos de interesse comum e dá outras providências.

Defende e apoia a implantação do projeto eixo Multimodal Manta-Manaus, que objetiva ligar o Pacífico Equatoriano com a Amazônia Brasileira por meio de portos e rodovias, melhorando as relações comerciais dentro da América do Sul, além de ser uma alternativa ao Canal do Panamá para o comércio com a Ásia, resultará em desenvolvimento, emprego e renda para o Amazonas.

Luta pela implementação do Polo ou Distrito Naval no Amazonas, que visa elaborar a construção de barcos para finalidades como transporte de pessoas, esportivos, de lazer e turismo, além de flutuantes, balsas e pequenas e médias embarcações. Terá estaleiros para reparos, náuticos e demais empresas da cadeia produtiva naval, gerando em média mais de 30 mil empregos.

Sinésio da Silva Campos

Santarém (PA)

03/12

deputado.sinesio@aleam.gov.br

(92) 3183-4432

  • Notícias
  • Proposições
  • Projetos
  • Comissões
  • Agenda
04 Dep. Sinésio Campos discute futuro da economia sustentável e criativa da Amazônia em Conferência Internacional
20.12.22 13:10h
Deputado  Sinésio Campos discute futuro da economia sustentável e criativa da Amazônia, em Conferência Internacional
O deputado estadual Sinésio Campos (PT) palestrou, nesta segunda-feira (19), na 1ª Conferência Internacional de Finanças Sustentáveis e Economia Criativa da Amazônia, realizada em Manaus, no Centro Cultural Palácio Rio Negro. O evento contou com a presença de autoridades e especialistas para discutir temas relacionados ao desenvolvimento da região. Na abertura da Conferência, Sinésio destacou o assunto “Amazônia: Realidades e Desafios” e mostrou que, ao longo de oito mandatos, vem trabalhando diversas políticas relacionadas tanto aos setores da economia criativa, quanto aos setores relacionados à sustentabilidade econômica, social e ambiental. Dentre suas ações, apontou sua importância na articulação e aprovação da Lei do Gás Canalizado (n° 5.540/2021), que permitiu que outras companhias atuassem no Amazonas, gerando empregos e investimentos na faixa de R$ 5,8 bilhões para o Estado. Enfatizou a luta no fortalecimento do debate e formulação de políticas minerais para a região, bem como pela exploração consciente do potássio. "Para se ter uma ideia, sozinho, o depósito de Autazes é capaz de suprir cerca de 20% do potássio que o Brasil necessita anualmente, durante os próximos 23 anos”, declarou Sinésio. O parlamentar também mostrou que trabalha pelo manejo sustentável do babaçu, fruto nativo da região, presente principalmente no Baixo Amazonas, com grande potencialidade para a produção de biodiesel, carvão vegetal entre outros produtos, visando gerar emprego e renda, além de diversificar a matriz econômica do Estado. Na oportunidade, lembrou de sua luta pela aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC)  que permite tanto o Estado quanto o município, criarem áreas de manejo comunitário sustentável de crocodilianos e testudines. Antes de encerrar a sua participação na Conferência, apontou que defende o projeto Manta-Manaus como rota alternativa aos navios asiáticos que usam o canal do Panamá para chegar ao interior da Amazônia. “Trata-se de um projeto estratégico para os dois países que pretende incrementar o comércio por meio de hidrovia. Tira o Amazonas e o Brasil da dependência do Canal do Panamá”, enfatizou Sinésio. A 1ª Conferência Internacional de Finanças Sustentáveis e Economia Criativa da Amazônia encerra nesta terça-feira (20), com palestras sobre os Mercados Voluntários de Carbono na Região Amazônica, Biodiversidade e Finanças e Oportunidades de Desafios para o futuro com Amazônia Mais Verde. O evento será transmitido online, pelo link https://www.youtube.com/@futuroverdedigital, a partir das 18h.
Ler mais
WhatsApp Image 2022 11 29 at 18.59.57
29.11.22 19:47h
Deputado estadual Sinésio Campos debate situação de rodoviária em Cessão de Tempo, na Aleam
Na manhã desta terça-feira (29), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o deputado estadual Sinésio Campos (PT) realizou uma Cessão de Tempo para discutir a transferência da rodoviária municipal de Manaus para o Terminal 6 (T6), localizado no bairro Lago Azul, zona Norte. A cessão contou com a presença da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) e a Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), além de permissionários. O Defensor Público Rodolfo Lobo deu detalhes sobre a consulta pública realizada pela instituição referente a precariedade tanto da estrutura quanto das instalações da rodoviária, bem como a possibilidade de sua transferência do bairro de Flores, zona Centro-Sul, para o bairro Lago Azul, zona Norte de Manaus. De acordo com Rodolfo, após uma consulta pública realizada em 11 de agosto deste ano, solicitada por Sinésio, foi constatado que 58,6% dos usuários se posicionaram contra a transferência, 100% dos trabalhadores do local também se posicionaram contra e 92,5% dos taxistas e mototaxistas foram contrários à mudança. Para Sinésio, o T6 não deve ser utilizado como uma rodoviária adaptada e enfatizou, ainda, que houve falta de planejamento e gasto de dinheiro público. “Quando Arthur Neto foi prefeito, gastou R$ 16 milhões para a construção de um novo terminal de integração, o T6 e, recentemente, tanto a prefeitura quanto o Estado firmaram um convênio de mais de R$ 13 milhões para adaptação do T6 como a nova rodoviária. Ou seja, não houve planejamento e nem escuta à sociedade”. Para Sinésio Campos, um bom terminal rodoviário é sinônimo de desenvolvimento e qualidade de vida para as pessoas que transitam pelo local. Agora, a Defensoria Pública repassará as demandas da Cessão de Tempo tanto ao Estado quanto à prefeitura de Manaus, por meio de requerimentos.
Ler mais
02 Dep. Sinésio Campos participa de reunião com a equipe de transição do governo Lula em Brasília e1669304956504
24.11.22 11:49h
Deputado Sinésio Campos participa de reunião com a equipe de transição do governo Lula, em Brasília
O deputado estadual Sinésio Campos, que é presidente do Partido dos Trabalhadores no Amazonas (PT-AM), participou na quarta-feira (23), em Brasília, de reunião com a equipe de transição de governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O encontro discutiu alternativas para adequar a política educacional do Brasil, priorizando os povos indígenas, começando pelo município de São Gabriel da Cachoeira. A reunião foi liderada pelo coordenador dos grupos temáticos do Gabinete de Transição, o ex-ministro Aloizio Mercadante (PT) e contou com a presença de Sinésio Campos e o prefeito indígena reeleito, de São Gabriel da Cachoeira, Clóvis Saldanha (PT). Segundo Sinésio, Aloizio Mercadante afirmou que o governo de Lula dará atenção especial à educação dos povos originários e que em breve visitará o município de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, com o intuito de fortalecer tal política. “Precisamos desse olhar sensível para os indígenas, para os homens e mulheres da Amazônia e, nesse encontro, Mercadante afirmou que irá ao município de São Gabriel da Cachoeira para conhecer a realidade dos povos originários, deixando claro o compromisso que a gestão de Lula terá junto ao nosso Estado”, pontuou Sinésio. Além de discutir sobre políticas voltadas para os povos indígenas, temas como pesca, minas e energia, desenvolvimento regional e meio ambiente também foram levantados.      
Ler mais
HOJE
sábado, 04 de fevereiro de 2023
No momento não há eventos agendados para hoje.
PRÓXIMOS DIAS
No momento não há eventos agendados para os próximos dias.
Skip to content