NOTÍCIAS

Dia do Conselheiro Tutelar é lembrado em Cessão de Tempo, na Assembleia Legislativa

Por Diretoria de Comunicação da Aleam

17.nov.2021 19:56h
img
Foto: Divulgação Dicom

Em alusão ao Dia do Conselheiro Tutelar, comemorado dia 18 de novembro, aconteceu Cessão de Tempo, requerida pelo deputado Adjuto Afonso (PDT), nesta quarta-feira (17), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), com as presenças dos conselheiros Tutelares José Daniel Serrão e Hildo de Almeida, que explanaram sobre o trabalho realizado, em Manaus.

De acordo com Serrão, é importante que a sociedade passe a conhecer melhor o trabalho realizado pelos Conselhos Tutelares, em prol da infância e juventude. Ele explicou a necessidade de melhor aparelhamento  do órgão para  que o alcance ao público-alvo seja ampliado.

Ainda de acordo com o conselheiro, o trabalho dos Conselheiros Tutelares triplicou durante a pandemia de Covid-19, por conta do aumento de casos de abusos e de violência contra crianças e adolescentes.

Em seu pronunciamento, Hildo de Almeida explicou as atribuições do Conselho Tutelar. “O órgão tem um papel fundamental para que os direitos previstos, no Estatuto da Criança e Adolescente, sejam efetivados”, assegurou.

O deputado Álvaro Campelo (Progressistas) parabenizou o Conselho Tutelar e solicitou maior valorização e disponibilidade de verbas para atuação dos conselheiros. De acordo com o parlamentar, as dificuldades enfrentadas no interior são maiores que da capital. “Existem conselheiros no interior que pagam para trabalhar, não têm carro, não têm lancha, não têm combustível e ainda têm que enfrentar a ação de organizações criminosas. É preciso aumentar o incentivo e a estrutura para que essa proteção seja realizada”, disse.

Para o deputado Wilker Barreto (sem partido), a Aleam pode contribuir com o trabalho realizado pelo órgão encaminhando verbas por meio do orçamento estadual. “Precisamos que os conselheiros tenham condições de lutar contra os abusos e os riscos causados pelo tráfico de drogas. Quero pedir que  sejam propostas emendas coletivas para que os conselhos tutelares sejam melhor aparelhados”, afirmou.

Na opinião da deputada Joana Darc (PL) , a melhor forma de contribuir com a causa é destinando recursos. “Destinei R$ 180 mil ao Fundo Estadual da Criança e do Adolescente para a compra de equipamentos para os Conselhos Tutelares da capital, afinal as crianças e adolescentes são responsabilidade de todos. Meu desejo é contemplar os conselhos do interior”, acrescentou.