NOTÍCIAS

Fórum das Casas Legislativas encerra programação com palestra sobre comunicação e oratória

Por Diretoria de Comunicação da Aleam

20.abr.2023 17:48h
img
Foto: Albert César Araújo

A palestra “Comunicação e oratória para excelência”, ministrada pelo jornalista e especialista em comunicação Elias Mattos da Silva encerrou as atividades da terceira edição do Fórum Estadual das Casas Legislativas do Amazonas (Feclam 2023).

Durante a palestra, Mattos falou sobre a importância de falar em público de maneira clara e objetiva, para que o orador consiga persuadir e transmitir credibilidade para a plateia. Para alcançar esse objetivo o especialista falou sobre as técnicas que permitem melhorar a comunicação, tão essencial para que o político consiga se aproximar de seu eleitor.

“A comunicação aproxima as pessoas e, para o político, essa proximidade é essencial, e deve observar pontos que vão desde o seu tom de voz até o vocabulário utilizado no seu discurso”, disse o palestrante, explicando que no caso de a plateia ser formada, por exemplo, por pessoas mais simples, o vocabulário não dever ser muito rebuscado, porque talvez os ouvintes não possuam um vocabulário tão extenso.

Os gestos e postura também devem ser observados pelo orador, afirmou Mattos, que chamou atenção ainda para a necessidade de que o comunicador, além de ter o total domínio do tema a ter explanado, deve ter conhecimento ou ter muito bem definido o seu público-alvo.

“Comunicar bem não é apenas ter uma grande intelectualidade, um grande capital de conhecimento, é importante falar com simpatia, com sutileza, convicção”, disse, ao aconselhar que o político tenha preparado previamente um roteiro do que pretende falar.

A preferência por discursos breves, evitando se prolongar, articular bem as palavras, evitar exageros, humor e direcionar a fala ao ouvinte foram outras técnicas passadas pelo palestrantes ao público. “Há uma grande diferencial naquele candidato que sabe se comunicar melhor, porque normalmente ele ganha eleição, por conquistar o eleitor”, finalizou o palestrante.