NOTÍCIAS

Mayara Pinheiro e FUnATI lançam material para combater violência contra pessoa idosa

Por Assessoria de Comunicação

19.jun.2023 18:35h
img
Foto: Divulgação Assessoria

A deputada estadual Dra. Mayara Pinheiro Reis (Republicanos), em parceria com a Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI), lançou a Cartilha de Violência contra a Pessoa Idosa, nesta segunda-feira (19), na sede da FUnATI localizada no bairro Santo Antônio, zona Oeste de Manaus. A ação fortalece a campanha nacional “Junho Violeta” que visa alertar combate à violência contra pessoas idosas.

O objetivo do material é esclarecer dúvidas sobre os tipos de violência praticados contra a pessoa idosa, conforme com o Estatuto do Idoso. Além disso, induz à conscientização social e instrui sobre medidas a serem adotadas para prevenir, identificar e denunciar. 

“A FUnATI tem um trabalho muito enfático na área de geriatria, no cuidado e o respeito com a pessoa idosa, e eu me junto a eles agora, trabalhando a prevenção e a origem do problema, difundindo a informação através da cartilha”, ressalta a parlamentar.

De acordo com o Estatuto do Idoso é necessário assegurar à pessoa com mais de 60 anos de idade a dignidade, o respeito, à convivência familiar e comunitária, determinando que estes direitos sejam garantidos pela família, comunidade, sociedade e Poder Público. 

Dados alarmantes

O reitor da FUnATI, Dr. Euler Ribeiro, chamou atenção para os altos índices de violência contra a pessoa idosa no Amazonas e que, em muitos casos, são praticados por familiares e pessoas de confiança.

“Vocês não têm ideia de quantos idosos sofrem por abandono, agressão física,  financeira e outros tipos de violência, muitas vezes praticada por familiares, e por isso a vítima não quer denunciar ou não reconhece que está sofrendo uma violência. Parabenizo a iniciativa da deputada Mayara por elaborar essa cartilha juntamente com o nosso olhar, com a nossa colaboração. Por meio desse material poderemos conscientizar sobre esses crimes e como denunciá-los”, reforçou o reitor da FUnATI. 

Dados divulgados pela Polícia Civil na última semana apontam que são registradas, em média, 70 denúncias anônimas de crimes contra idosos no Amazonas. Para a delegada Andréa Nascimento, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso (DECCI), informar e conscientizar a população é importante para redução dos índices de violência contra a pessoa idosa no estado.  

“Nesse mês é importante que toda a rede de proteção se aproxime, para um trabalho intenso não só de repressão ao crime, mas também de prevenção e a cartilha vai ajudar nisso.  Os índices são preocupantes, mas também nos leva a crer que a partir do momento em que nós levarmos a informação aos cidadãos, a população vai passar a denunciar” enfatiza a delegada.

Cuidado com os idosos do interior

Durante evento, o reitor da Fundação revelou que vai trabalhar para a instalação de mais uma unidade da FUnATI no interior do Amazonas, desta vez, no município de Coari, assim como acontece em Parintins e Itacoatiara

“Vou dar andamento no pedido de instalação de uma unidade na FUnATI  em Coari, ainda este ano, atendendo a solicitação da Deputada Mayara, confirmando ainda mais essa parcerias de sucesso”, disse.

Para a parlamentar, a unidade vem para melhorar a estrutura e o cuidado da pessoa idosa no município.

“Em Coari, já temos a Casa da Pessoa Idosa, mas é importante, ter um geriatra, ter uma atenção especializada, uma atenção e um olhar para aquela população, para que a gente possa oferecer o respeito que a pessoa idosa tanto merece” finalizou.