NOTÍCIAS

No Dia Nacional do Bombeiro e Policial Militares, Wilker cobra a identificação do porte de arma na carteira digital dos PMs

Por Assessoria de Comunicação

24.jun.2023 14:19h
img
Foto: Divulgação Assessoria

Neste sábado, 24 de junho, é comemorado o Dia Nacional do Policial e Bombeiro Militares, como uma forma de reconhecer a atuação essencial desses profissionais em prol da segurança pública de todos os brasileiros. Diante desta data simbólica, o deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) ressaltou sua cobrança ao Governo do Amazonas a implementação da identificação do Porte de Arma nas novas carteiras de identidade militar com mecanismo digital dos policiais militares.

O pedido do parlamentar visa incluir, no documento dos policiais militares, o certificado do Porte de Arma, que é o documento expedido pela Polícia Federal que autoriza cidadãos a estarem armados longe de sua residência ou local de trabalho. Atualmente, para comprovar o porte de arma, o policial militar precisa estar munido do documento para apresentar às autoridades.

“Neste dia simbólico, gostaria de fazer um apelo ao Estado para que implemente, o mais rápido possível, o porte de arma nas novas carteiras de identificação dos policiais militares. Todas as vezes que o policial militar tem que comprovar seu porte, tem que apresentar um outro documento, então, a medida iria facilitar muito o dia a dia daqueles que protegem com vocação a sociedade”, afirmou Wilker

O deputado reforçou que o Corpo de Bombeiros Militares do Amazonas (CBMAM) já certifica a autorização nas carteiras de identidade dos profissionais da corporação, garantindo facilidade aos portadores que utilizam armamento. Ainda segundo o parlamentar, outra dificuldade relatada pelos PMs é a demora na atualização de patentes devido à falta de cédulas para impressão.

“É uma promessa já feita pelo Governo e que venho reforçando na tribuna da Assembleia Legislativa. Os bombeiros já têm isso nas suas carteiras, qual seria o lado oneroso do Estado em imprimir o documento de identificação do policial militar já com o porte de arma? Por isso, cobro celeridade do Executivo para com esse pleito, que até hoje não saiu do papel, assim como uma solução para a questão da falta de cédulas”, finalizou Wilker.