NOTÍCIAS

Novas rotas aéreas beneficiarão o Amazonas, avalia Saullo Vianna

Por Assessoria

11.jun.2021 13:26h
img
Foto: Dircom

O Ministério da Infraestrutura anunciou que a empresa Azul Linhas Aéreas passará a operar em 15 municípios do Amazonas, no segundo semestre de 2021, ampliando a oferta de voos no Estado. Atualmente, apenas sete cidades possuem rotas viárias, que são oferecidas pela MAP/Passaredo, empresa que já foi alvo de denúncias do deputado estadual Saullo Vianna (PTB). O parlamentar avaliou como positiva as novas medidas, que devem beneficiar os consumidores e a economia do Estado.

A ampliação de oferta de voos no Amazonas sempre foi amplamente defendida pelo deputado. Após receber reclamações por parte de consumidores, o parlamentar apresentou inúmeras denúncias à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em Brasília, sobre o desserviço oferecido pela MAP/Passaredo, no Amazonas. Na oportunidade, ele apresentou informações sobre preços abusivos e o cancelamento das operações em alguns municípios do Estado.

“Esta é uma pauta que eu já vinha defendendo há quase dois anos. Inclusive, cheguei a encaminhar requerimentos ao Procon e à Anac, pedindo providências para que as operações fossem retomadas e ampliadas no interior do Amazonas, evitando, assim, prejuízos para os clientes e para a economia do Estado”, disse o parlamentar.

Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), atualmente, o Amazonas possui oito rotas viárias, que atendem os municípios de Parintins (distante 369 km de Manaus em linha reta), Tabatinga (1.108 km), Tefé (523 km), Porto Urucu (no município de Coari), Coari (363 km), São Gabriel da Cachoeira (852 km), Lábrea (702 km) e Eirunepé (1.160 km).

Com a chegada da Azul Linhas Aéreas, a companhia passará a operar em 15 municípios do Amazonas, no segundo semestre de 2021. Além dos quatro destinos que já recebem voo regularmente, as cidades de Eirunepé, Barcelos (399 km), Apuí (453 km), Itacoatiara (176 km), Humaitá (590 km), Borba (151 km), Novo Aripuanã (227 km) e São Gabriel da Cachoeira também entrarão na rota da companhia. Além disso, serão reativadas as operações viárias em Coari, Lábrea e Maués, segundo o Ministério de Infraestrutura.

“O investimento da companhia no Amazonas é extremamente positivo, visto que o consumidor amazonense, especialmente do interior do Estado, sofre com preços abusivos e poucas ofertas de voos. A ampliação da malha chega para aumentar a capacidade de atendimento e melhorar o acesso aos municípios mais distantes”, afirmou Saullo Viana.

Em consulta ao site da MAP/Passaredo, consta que a empresa oferta como destino apenas sete cidades do Amazonas, saindo de Manaus. São elas: Carauari (788 km), Coari, Eirunepé, Lábrea, Parintins, São Gabriel da Cachoeira e Tefé.

O deputado Saullo Vianna destacou os esforços feitos pelo ministro do Turismo, Gilson Machado, que vem atuando fortemente para o fortalecimento do setor no Amazonas.

“Inclusive, o Gilson vai receber o Título de Cidadão do Amazonas, por meio de uma propositura minha que já foi aprovada. Ele vem desempenhando um trabalho intenso para ajudar na questão do turismo no Estado do Amazonas”, acrescentou.

Skip to content