NOTÍCIAS

Procuradorias da Mulher da Aleam e de Manicoré acionam polícia para prender suspeito de agressão

Por Assessoria de Comunicação

16.ago.2023 12:32h
img
Foto: Divulgação Assessoria

A Polícia Civil já está nas ruas à procura de um homem que aparece agredindo uma mulher no município de Manicoré (a 332 quilômetros de Manaus). A denúncia partiu da vereadora Adrienne Cidade (Podemos) e virou tema de pronunciamento da deputada estadual Alessandra Campelo (Podemos) na sessão desta quarta-feira (16/08), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

No vídeo, que segundo a deputada Alessandra Campelo viralizou nas redes sociais, um homem sem camisa aparece puxando uma mulher pelo cabelo e a empurra para o meio da rua. Na sequência, o agressor desfere socos no rosto da mulher, que sai correndo. O caso aconteceu no último domingo (13/08).

Na tribuna, a deputada disse que a vítima não denunciou a covardia. A vereadora Adrienne Cidade, que é a Procuradora da Mulher na Câmara de Vereadores de Manicoré, tomou para si o caso. Ela foi à delegacia e denunciou o agressor, solicitando providências.

“Essa mulher não denunciou o caso, infelizmente, e isso é mais comum do que vocês imaginam, mas a vereadora Adrienne Cidade fez o que todo mundo pode fazer: fazer a denúncia no lugar da mulher. A vereadora agiu corretamente, ela procurou a delegacia, ela entrou em contato conosco, nós já entramos em contato com a Polícia Civil e a Polícia Civil está à procura desse homem”, disse Alessandra Campelo.

A deputada Alessandra Campelo enfatizou que é dever de todos, especialmente dos mais próximos, que acompanham o sofrimento da vítima, denunciar os casos à polícia, ao Ministério Público, à Justiça ou outro órgão de proteção às mulheres.

Tecnicamente, as ações penais referentes à violência doméstica são públicas incondicionadas, ou seja, são aquelas movidas pelo Ministério Público independentemente de representação da vítima, portanto independem da vontade de quem foi agredida, como é o caso da ocorrência em Manicoré. Assim, de acordo com Alessandra Campelo, qualquer pessoa pode denunciar o caso, a fim de repelir a continuidade da agressão.

“Talvez a vereadora Adrienne esteja evitando um caso de feminicídio, porque esse homem talvez nunca fosse denunciado, mas com a denúncia da vereadora Adrienne Cidade a partir de agora ele é procurado pela polícia. A gente sempre fala aqui, qualquer pessoa pode denunciar um caso de violência sexual, de violência física, de importunação que você tenha conhecimento, não precisa ser a vítima”, concluiu a deputada Alessandra Campelo.

Em entrevista por telefone, a vereadora Adrienne Cidade informou que atua na Procuradoria da Mulher de Manicoré junto com a vereadora Socorro Bandeira (DEM). Ela destacou o trabalho que vem sendo feito em parceria com o Legislativo Estadual.

“Esse caso mostra que a Procuradoria da Mulher de Manicoré trabalha em sintonia com a Assembleia Legislativa e que estamos vigilantes no combate à violência contra as mulheres e que não vamos tolerar nenhum agressor ou feminicida aqui no município”, afirmou Adrienne Cidade.

 

Denuncie

Se você conhece o agressor de Manicoré, os números para denúncia são: (92) 99400-0093 (Procuradoria da Mulher da ALEAM), (92) 98808-5321 (Procuradoria da Mulher de Manicoré) ou 180 (Central de Atendimento à Mulher).

 

 

Responsável: Emanuel Mendes Siqueira (92) 99122-3785