NOTÍCIAS

Representantes da Marcha das Margaridas participam de cessão de tempo promovida por Sinésio Campos

Por Assessoria de Comunicação

04.mai.2023 22:00h
img
Foto: Divulgação Assessoria

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) recebeu nesta quinta (4) mulheres que fazem parte da Marcha das Margaridas, movimento social que luta pelo direito das mulheres do campo. A 7ª edição da Marcha ocorrerá nos dias 15 e 16 de agosto em Brasília, e as representantes do Amazonas buscam o apoio dos deputados estaduais para conseguir ir ao evento por conta do alto custo de deslocamento.

O deputado Sinésio Campos (PT) cedeu o tempo que tinha na tribuna para permitir que duas representantes do movimento discursassem a respeito da importância do evento. “Estamos trazendo aqui para a tribuna da Assembleia esse movimento que é importantíssimo para o avanço dos direitos das mulheres. E estamos aqui para apoiar as reivindicações aqui apresentadas”, afirmou.
De acordo com Socorro Papoula, que representa a articulação das mulheres do Brasil e do Amazonas, “de 4 em 4 ano construímos essa Marcha das Margaridas, que começou em 2000. Há mais de 20 anos marchamos para Brasília, e essa será a sétima marcha. Promovemos a integração e aprendizado mútuo buscando o sonho em comum de uma sociedade mais justa”.
Edjane Rodrigues, representante da Fetagro (Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares), afirmou que esse ano, a pauta principal é o título definitivo de terra. Várias políticas públicas não chegam na ponta por conta da falta da regularização fundiária, como acesso ao crédito por exemplo.
Os deputados Sinésio Campos (PT) e Alessandra Campelo (PSC) se comprometeram a destinar R$ 50 mil em emendas parlamentares para ajudar no custeio do transporte das mulheres até Brasília. A meta do coletivo é que pelo menos 200 amazonenses participem do evento.