NOTÍCIAS

Roberto Cidade defende exploração sustentável de novas matrizes econômicas para geração de emprego e renda no interior

Por Assessoria de Comunicação

31.mai.2023 16:56h
img
Foto: Joel Arthus

Defensor da exploração sustentável de outras matrizes econômicas para o Estado, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (UB), voltou a defender a exploração do gás natural e do potássio nos municípios de Itapiranga, Silves e Autazes, respectivamente. O parlamentar reforça que além de incrementar a economia, a operacionalização das matrizes contribuirá para a geração de emprego e renda.

“Na 19ª Legislatura, nós lutamos muito para quebrar o monopólio do gás, o que permitiu que a empresa Eneva se instalasse no estado do Amazonas, para que ela, com sua atuação, pudesse atuar na geração de emprego e renda e de oportunidades. A Eneva tem o projeto de beneficiar a população local com investimento total de R$ 5,8 bilhões nos próximos cinco anos, além de gerar mais de 5 mil empregos, diretos e indiretos, em Itapiranga e Silves. Foi uma briga de três anos para aprovarmos essa lei e, quando chegamos à presidência, conseguimos pacificar a questão e aí o projeto saiu do papel. Conversamos, debatemos e hoje já é uma realidade do Amazonas. Mas é preciso se viabilizar para que isso realmente aconteça”, opinou.

O projeto do Complexo Azulão, em Silves, que tem como foco a produção de energia elétrica a partir do gás natural, vai contribuir para a diversificação da matriz energética brasileira e, ao mesmo tempo, para maior independência energética no país.

Da mesma forma, o deputado presidente falou sobre a exploração de potássio em Autazes. “Acredito que temos que defender essas bandeiras, dessas empresas que estão aqui para gerar emprego e renda. Além do gás natural, temos o potássio. Imagina se o potássio já tivesse saído como estaria Autazes e Nova Olinda, por exemplo. Temos que desburocratizar e viabilizar para que essas operações sejam realizadas de forma sustentável, beneficiando a população do nosso Estado. A exploração de gás natural vai beneficiar pelo menos 20 municípios e esta Casa sempre vai estar ao lado das pautas que venham para contribuir com melhorias para a população do nosso Estado”, finalizou.