NOTÍCIAS

Sessão Especial na Aleam homenageia a maternidade Balbina Mestrinho

Por Assessoria de Comunicação

13.jun.2023 15:58h
img
Foto: Hércules Andrade

Os 62 anos de serviços prestados ao povo amazonense, pela maternidade Balbina Mestrinho, localizada no bairro Praça 14 de Janeiro, zona Sul de Manaus, foram celebrados nesta terça-feira, 13, durante Sessão Especial na Assembleia Legislativa  do Amazonas (Aleam). A homenagem foi proposta pela deputada Débora Menezes (PL).

Durante a solenidade, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, e demais servidores de saúde que atuam na Balbina Mestrinho foram homenageados.

“É com muita alegria que além de celebrar, parabenizamos e também agradecemos os serviços prestados pela Balbina Mestrinho, por meio de sua equipe que diariamente atua na maternidade, fazendo parte da história da instituição”, destacou a deputada.

Em meio a solenidade, Débora Menezes comentou sobre o Projeto de Lei nº 90/2023, que institui o cômputo em dobro do tempo de serviço, para fins de aposentadoria, aos servidores públicos da área de saúde, e também de segurança, que atuaram no período da pandemia de Covid-19.

“Os nossos profissionais de saúde foram verdadeiros guerreiros, durante o período de Covid-19, então nada mais justo que valorizar aquelas pessoas que no momento mais crítico do nosso Estado, se desdobraram para salvar vidas, contribuir para que ao chegar o período de aposentadoria, eles possam computar em dobro o seu tempo de serviço”, salientou Débora.

 

História

A diretora-geral da maternidade, Rafaela Faria, em nome da instituição agradeceu a deputada Débora Menezes pela homenagem e também destacou os feitos da Balbina Mestrinho ao longo destes 62 anos.

“A maternidade Balbina Mestrinho é a mais antiga maternidade do Amazonas, e durante estes 62 anos, mais 200 mil crianças nela nasceram, mais de 15 milhões de atendimentos foram realizados, entre partos, consultas, vacinação e outras ações. Tanto a estrutura, quanto os serviços e a equipe técnica foram ampliados, para melhor atender o público”, observou.

Com mais de 40 anos de carreira, sendo 30 deles dedicados à maternidade, o médico obstetra Marco Lourenço, também agradeceu a homenagem e comentou sobre a importância histórica da instituição.

“A maternidade Balbina Mestrinho faz parte da história de nossa cidade, e ela jamais envelhecerá, estará sempre jovem, e ampliando a sua atuação, não só no atendimento ao público, mas também contribuindo na formação de novos profissionais da área de saúde”, concluiu.