NOTÍCIAS

Terminal Rodoviário volta a concentrar os debates na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (9)

Por Diretoria de Comunicação da Aleam

09.mai.2023 14:40h
img
Foto: Hudson Fonseca

Nesta terça-feira (9), a sessão plenária na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) trouxe à tona uma importante discussão sobre a mudança do Terminal Rodoviário para o Terminal 6, localizado na zona Norte de Manaus. O assunto tem gerado polêmica e movimentou o debate entre os parlamentares estaduais. A proposta trará impactos significativos para a população que utiliza o transporte rodoviário na região.

O deputado Sinésio Campos (PT) criticou a intenção da Prefeitura de Manaus de transferir a rodoviária para o Terminal 6, e mostrou uma pesquisa de satisfação, realizada pela Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), com os usuários do local e afirmou não haver vontade da população de mudar. “Aqui está a opinião sobre a transferência da localidade, 92,5% se posicionaram contra a mudança do local. Os entrevistados foram os trabalhadores das empresas de transporte, que estão lá trabalhando”, defendeu.

Em aparte, o deputado Rozenha (PMB) afirmou não existem condições de haver um terminal rodoviário tão afastado do centro da cidade. “Se fizermos uma análise, nenhuma capital do Brasil tem sua rodoviária tão distante. Logisticamente, o cidadão amazonense gastará muito mais com o Uber ou táxi do que com a passagem do ônibus. Ele vai ser jogado para o extremo Norte da cidade e, se ele chegar de noite, ele não sabe nem o que fazer. Não faz sentido a rodoviária de Manaus tão longe”, disse.

O deputado Delegado Péricles (PL) contribuiu para o debate manifestando sua posição contrária à permanência da rodoviária no local. Entretanto, prefere que ela seja transferida para outro lugar, que não o Terminal 6. “Já me manifestei acerca da rodoviária, e sou contra que ela permaneça onde está, pois isso é um pedido de muitas pessoas há muitos anos. Nenhum prefeito teve a coragem de tirar dali a rodoviária e hoje em dia é uma situação bem diferente da que existia há 40 anos quando ela foi instalada. Hoje, atrapalha a mobilidade urbana, o fluxo de carros e o trânsito de Manaus”, defendeu.

O presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos da Aleam, Dr. George Lins (União Brasil), sugeriu uma visita ao Terminal 6 para fiscalização das adaptações. “Como presidente da Comissão de Obras precisamos ir juntos visitar as obras e, obviamente, avaliar essas questões aqui levantadas, para que a gente possa refletir melhor sobre essa questão que diz respeito ao transporte público da nossa grande Manaus”, afirmou.

 

 

Agressão à mulher

 

A deputada Alessandra Campêlo (PSC) falou no Pequeno Expediente sobre casos de violência contra a mulher que tiveram como resultado final a prisão dos agressores. “Na última sexta-feira (5), foi preso o Lindomar Castro. A justiça decretou a prisão preventiva do homem e ele está na prisão. Então, é mais um agressor de mulher que foi preso. Os casos que chegam à Procuradoria da Mulher só param quando tem solução ou a justiça é feita. Esses agressores de mulheres podem esperar, porque polícia chegará as suas casas”, declarou.

Em aparte, o deputado Roberto Cidade (União Brasil) afirmou estar satisfeito com o trabalho da Procuradoria da Mulher. “Estou gostando de ver a prisão dos agressores. Espero que até o fim do ano muitos desses agressores sejam presos”, disse.