NOTÍCIAS

Therezinha considera como conquista a decisão da Justiça para vacinar os professores

Por Assessoria

13.mai.2021 16:48h
img
Foto: Dircom

A decisão da Justiça Federal determinando o envio de 40 mil doses de vacina para aplicação exclusiva nos professores foi considerada, nesta quinta-feira (13), pela deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB) como uma conquista da educação, que atende a Prefeitura de Manaus, mas responde também à Ação Cautelar de sua autoria, impetrada em 29 de abril, pedindo que a União disponibilize o imunizante para a vacinação de todos os profissionais da educação do Amazonas.

“Esta decisão representa um saldo positivo nos nossos encaminhamentos. Atende ao município de Manaus, mas responde também às nossas solicitações, que desde o início do processo de vacinação, já havíamos enviado pedido ao Ministério da Saúde para priorizar a vacinação dos professores”, destacou Therezinha Ruiz em pronunciamento virtual na Sessão desta quinta-feira.

Como presidente da Comissão de Educação da Aleam, Therezinha avalia que a suspensão das aulas presenciais, por mais de um ano, causa um forte impacto à educação, que ela aponta como atividade essencial. Por isso, vem insistindo na vacinação dos servidores para um retorno seguro às atividades escolares.

“Defende a vacinação de todos os profissionais da educação da rede pública, desde o agente de portaria até os servidores administrativos, pedagogos, professores, merendeiros e todos que acompanham crianças e jovens no processo escolar, assim como os professores universitários e de instituições particulares”, enfatizou a deputada.

A decisão proferida pela juíza Jaiza Fraxe atende pedido da Prefeitura de Manaus, determinando que o Ministério da Saúde envie 40 mil doses de vacina e inicie imediatamente a imunização dos trabalhadores da educação, ressaltando que a vacinação pode subsidiar o retorno às aulas presenciais.

Skip to content