NOTÍCIAS

Wilker critica ataque da Associação dos Fabricantes de Refrigerantes contra modelo da Zona Franca: “Desinformação”

Por Assessoria

09.set.2021 12:38h
img
Foto: Dircom

Presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Zona Franca da Assembleia Legislativa do Amazonas (CICZF-Aleam), o deputado estadual Wilker Barreto criticou nesta quinta-feira, 9, o manifesto público da Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afrebras) contra a Zona Franca de Manaus. O Líder da Oposição repudiou o texto divulgado pela entidade na última terça-feira (7), onde a mesma afirma que o modelo econômico é uma “fábrica de créditos de impostos” e classifica as empresas instaladas na ZFM como “verdadeiras sanguessugas estatais”.

Para o parlamentar, o ataque da Afrebras é um exemplo claro do desconhecimento da entidade quanto à importância da ZFM para o desenvolvimento econômico do País.

“O ataque feito pela Afrebras demonstra o quanto o Brasil desconhece a importância da Zona Franca e deste modelo de desenvolvimento e preservação da Amazônia. Eu não acredito que esta entidade, que representa um setor importante do nosso Polo Industrial de Manaus, tenha tamanha desinformação”, disse Wilker, em Sessão Ordinária.

Barreto reforçou o papel fundamental da ZFM para a manutenção do clima nas regiões Oeste e Sudeste do País e alertou que irá fazer uma carta aberta, como presidente da CICZF, contra o manifesto da Afrebras.

“A ZFM ajuda a manter o ciclo das chuvas em função da preservação da floresta, se nós avançarmos com uma outra matriz econômica que não seja a ZFM, o Centro-Oeste e o Sudeste não sobreviverão as futuras crises hídricas. Irei fazer uma carta aberta pela Comissão da qual eu presido para alertar que o Brasil precisa ficar atento, acredito que eles estão pensando no hoje e desconsideração o amanhã e as gerações futuras”, finalizou.

Skip to content